Você está aqui: Sala de imprensa São João del-Rei reinaugura Memorial Tancredo Neves

São João del-Rei reinaugura Memorial Tancredo Neves

Informação para a imprensa – Fundação PresidenteTancredo Neves – Fevereiro/2010


Em linguagem contemporânea, novo espaço narra a trajetória pessoal e política do homem que construiu a moderna democracia brasileira


O município de São João del-Rei, região central de Minas, ganhará, no dia 4 de março, um novo Memorial Tancredo Neves. O projeto foi reformulado pelo curador Marcello Dantas para absorver uma ampla documentação que conta a trajetória de vida do homem que construiu um caminho pacífico para a democracia brasileira.


“Tancredo Neves é o fundador da democracia contemporânea brasileira. Entender sua trajetória é entender como o Brasil construiu um caminho próprio para a democracia e a estabilidade que usufruímos hoje. Sua memória é um dos pilares do nosso tempo. É fundamental trazer seu legado, usando uma linguagem atual, para os jovens de hoje”, diz Dantas, diretor artístico do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, do Museu do Caribe, em Barranquilla, na Colômbia.


O Memorial foi aberto em 1990, em um casarão do final do século 18 no centro histórico de São João del-Rei. Ganha agora dinamismo em sua exposição permanente, que desenha em oito salas a história e a personalidade de Tancredo Neves. Logo no início, os visitantes têm contato com os vínculos primordiais do futuro presidente com sua terra: uma espiral de metal com antigas fotos de família, documentos, notícias e memórias revelam o contexto em que ele se formou. Músicas e depoimentos em áudio complementam a sala repleta de objetos, como a máquina de escrever que Tancredo usou durantes os anos da faculdade, quando escreveu para os jornais da época, e seu anel de formatura no curso de Direito.


A cronologia política se apresenta na sala seguinte, “O Caminho”, com projeções dos principais momentos de sua biografia e uma cronologia que o relaciona com os principais momentos do Brasil no século 20. A sala “Habilidade Política” explora a característica de articulador de Tancredo e sua capacidade de construir consensos: uma instalação de aço polido com olhos mágicos em formato de fechaduras, que permitem uma pequena espionagem na parte detrás das portas fechadas do poder. Cria uma espécie de terceira margem do rio entre os enrijecimentos do Brasil de esquerda e de direita.


Imagens das “Diretas Já” e da eleição de Tancredo, em vídeo de Sílvio Tendler, trazem a redemocratização para dentro do Memorial. Elas finalizam um percurso de sombras e luzes em um corredor de espelhos com vitrines embutidas, onde objetos que marcaram o nascimento da nossa jovem democracia se revelam com o passar do visitante. Flâmulas, jornais, fotos, camisetas e objetos convivem com a criação de um campo fértil para a transformação política que ocorria e que culminou no momento máximo da afirmação juvenil do Brasil com sua eleição para presidente.

A próxima sala é ocupada por uma instalação que revela a surpresa, agonia e dor coletiva que marcaram o dia anterior à posse, sua internação e morte. Projeções mostram a comoção popular, a cobertura televisiva e a frustração de ver a transição política sem o líder legitimamente eleito. Colunas de pessoas cercadas por imagens de milhões de brasileiros atônitos diante das notícias formam o conceito dessa sala.


No último espaço é apresentada a máscara mortuária de Tancredo protegida por uma piscina de água que reflete suas ideias, palavras e pensamentos projetados pelas paredes da sala. São como uma nuvem de ideias e sabedorias que fizeram com que valores fundamentais fossem defendidos durante sua trajetória pública.


“A história contada é essencialmente a mesma, mas com a compreensão da importância daquele momento que 25 anos de distanciamento nos dão”, afirma o curador. Para ele, essa é uma forma de perpetuar o legado de Tancredo no contexto da política brasileira, numa linguagem contemporânea que manterá vivo e vibrante o passado do país.


Composição
Sala 1 - A Origem
Sala 2 - O Caminho
Sala 3 - O Gabinete de Trabalho
Sala 4 - A Habilidade Política
Sala 5 - Construção da Democracia
Sala 6 - A Dor
Sala 7 - Lavra de Ideias
Sala 8 - Post Scriptum


Serviço
Memorial Tancredo Neves
Rua Padre José Maria Xavier, 07 - Centro Histórico
São João del-Rei
Inauguração: 4 de março
Abertura para visitação: 5 de março
Fone: 32. 3371-7836
Funcionamento: de quarta a sexta, das 13h00 às 17h00 e sábados e domingos, das 9h00 às 17h00
Patrocínio: Oi Futuro
Entrada gratuita