Você está aqui: Sala de imprensa Centenário de Tancredo Neves celebrado com série de eventos

Centenário de Tancredo Neves celebrado com série de eventos

Informação para a imprensa – Fundação Presidente Tancredo Neves – Fevereiro/2010


Lançamento de livros, memorial, filme, portal, espetáculo teatral e realização de sessões solenes estão previstos para os meses de março e abril


Se estivesse vivo, o ex-presidente da República Tancredo Neves completaria 100 anos no dia 4 de março de 2010. Para registrar a data e demarcar a importância de Tancredo na história política brasileira, a Fundação Presidente Tancredo Neves e outras entidades e instituições realizarão diversos eventos que se estenderão até o dia 21 de abril.


Um dos principais protagonistas da implantação da democracia no Brasil, Tancredo iniciou a vida política como vereador, em São João del-Rei, sua cidade natal, em 1933. Exerceu diversos cargos e funções como os de deputado federal, primeiro ministro, senador e governador de Minas Gerais. Sua eleição para presidente da República, em 1985, marca o fim do regime militar de 1964, dando início a uma nova era democrática.


Durante cerca de quatro décadas, Tancredo esteve no cerne de alguns dos principais momentos da história brasileira, com atuação caracterizada pelo diálogo, a conciliação e a busca de soluções para as diversas crises que presenciou.


Os festejos do centenário começarão no dia 1º de março, com o lançamento, pelo governo federal, de selo comemorativo do centenário. O evento acontecerá no Palácio da Liberdade, sede do governo de Minas, com a presença do ministro das Comunicações, Hélio Costa, e do governador Aécio Neves. No dia 3, o Congresso Nacional realiza sessão solene.


Em São João del-Rei, será reinaugurado, no dia 4 de março, o Memorial Tancredo Neves, planejado pelo museólogo e curador Marcello Dantas. No dia 6, como parte das celebrações do centenário, a cidade natal do presidente receberá uma série de "presentes”, como a reabertura do Museu de Arte Sacra, da Casa de Bárbara Heliodora e a estreia do espetáculo “Terra de Livres”, que será exibido ao longo dos meses seguintes. Trata-se de uma montagem inédita no Brasil, que lança mão da tradição das procissões das cidades históricas mineiras e convida o espectador a fazer um passeio pelo centro histórico, transformando ruas, casas e igrejas num grande cenário.


Outra homenagem será organizada pela Academia Brasileira de Letras (ABL), que promoverá sessão solene, no dia 23 de março, no Rio de Janeiro.
Além dos eventos acima, a Fundação Tancredo Neves fará nova edição do livro “Tancredo Neves – Um Homem para o Brasil”, projeto da jornalista Andrea Neves, neta de Tancredo, que será lançado em três formatos diferenciados. O relançamento ocorrerá no Museu Histórico Nacional do Rio de Janeiro, no dia 10 de abril. Na mesma data e local será aberta a exposição “Tancredo 100 Anos”, que apresenta a trajetória de Tancredo com o mesmo suporte material do Memorial de São João del-Rei, com adaptações para aquele espaço. Também acontecerá o lançamento dos livros “Tancredo Neves, a Política Como Razão” e “Tancredo: O Verbo Republicano”, organizados pelo jornalista Mauro Santayana. O primeiro contém frases do ex-presidente e o segundo seleciona 12 discursos contextualizados historicamente pelo autor.


A Fundação vai lançar ainda um portal que reúne a história de Tancredo e o cineasta Silvio Tendler, autor dos filmes "Jango" e "Anos JK", prepara um documentário a ser oferecido em DVD.