Você está aqui: Clipping Vocês Sabem o que Eu Tenho?

Vocês Sabem o que Eu Tenho?

Jornal “Estado de Minas” – 27/02/2010


INÁCIO MUZZI


O primeiro boletim médico informou que o presidente fora acometido de diverticulite aguda. Anos depois, o patologista Hélcio Mizziara assumiu a autoria da mentira para a imprensa, dizendo-se temeroso dos efeitos desestabilizadores do diagnóstico correto: tumor benigno interno - leiomioma.


A manhã de 15 de março foi de melancolia para duas dezenas de altos funcionários da administração pública mineira. Convocados a Brasília por Tancredo, para ocupar influentes cargos de segundo escalão, eles estavam destinados a ficar conhecidos como a "República do Pão de Queijo", caso o governo se estabelecesse. Porém, naquela manhã, em pé na frente do Hospital de Base de Brasília, sem privilégios, acesso ou informação, cismavam: o que mesmo acontecera na madrugada? Quem eram esses médicos de um hospital público da ditadura que agora zelavam pela saúde do chefe?


A freira Ester chegou a ouvir a mesma dúvida dos lábios do presidente, numa inquirição feita por este a dois médicos brasilienses antes da segunda operação, ocorrida em 20 de março. "Vocês sabem o que eu tenho? Conheço casos de pessoas que faleceram por trama..." Em seguida, falou das mortes dos presidentes Juscelino Kubitschek ("a perícia mais malfeita que vi na minha vida"), João Goulart ("trocaram o remédio dele") e de Carlos Lacerda ("colocaram substâncias na sonda dele"). A segunda cirurgia, comandada pelo médico paulista Henrique Walter Pinotti, depois de um golpe médico sobre a equipe de Brasília, foi seguida pela hemorragia aguda que obrigou a transferência do presidente para o Incor, de São Paulo, em 27 de março.


Leia mais em (link para assinantes): Vocês sabem o que eu Tenho