Você está aqui: Clipping Aécio Exalta Coerência do Avô

Aécio Exalta Coerência do Avô

Agência Senado - 03/03/2010


RICARDO ICASSATTI


O governador de Minas Gerais, Aécio Neves, disse nesta quarta-feira (3) que a Câmara dos Deputados foi a trincheira cívica do seu avô, o ex-presidente Tancredo Neves, nos embates em defesa da democracia. "Ele amava essa Casa", afirmou. Aécio destacou a coerência do ex-presidente, seu espírito conciliador, seu estilo de ouvir mais do que falar e sua intransigência em relação aos objetivos e aos princípios democráticos que permitissem hastear as bandeiras da paz.


“Tancredo era genuinamente um democrata. Era também, na sua essência, homem do Parlamento, especialmente atraído pelo debate das ideias. Acredito que foi justamente o exaustivo exercício do contraditório que adensou suas crenças na política como espaço para o diálogo, o entendimento e a construção dos necessários consensos em torno das grandes causas nacionais. Mas, mais do que qualquer outra coisa, Tancredo era Minas. Em tudo era Minas” – disse.


Aécio disse que Tancredo percebeu com nitidez que um dos maiores problemas do Brasil contemporâneo era não ter criado as condições de convivência política e de convivência coletiva compatíveis com o processo de modernização do país. O governador lembrou que seu avô dizia sentir-se mais feliz quando fazia um bom acordo do que quando derrotava um adversário.


Leia mais em: Aécio exalta coerência do avô e lamenta perda do sentido amplo da conciliação