Você está aqui: Clipping FHC e Lula Herdaram Capacidade de Conciliação de Tancredo, diz Professor

FHC e Lula Herdaram Capacidade de Conciliação de Tancredo, diz Professor

Portal UOL – 04/03/2010


MAURÍCIO SAVARESE


No marco do centenário do nascimento do presidente Tancredo Neves, que morreu antes de assumir o cargo e era famoso por sua sensibilidade para conciliar interesses distintos, os brasileiros podem dizer que os dois últimos eleitos para o Palácio do Planalto herdaram parte da habilidade que consagrou o homem que "mineiramente" dobrou a ditadura. É essa a avaliação de Fábio Wanderley Reis, há quase 30 anos professor de Ciência Política da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).


Segundo ele, os presidentes Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) e Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) também conseguiram aliviar tensões internas, como fez o político nascido em São João Del Rey, interior mineiro, ao manter diálogo com membros do Regime Militar (1964-1985) ao mesmo tempo em que promovia a democracia ao lado de forças de centro e de esquerda do país.


"Nós temos tido grandes figuras que são flexíveis para entender a complexidade do Brasil. Esse é o caso de Fernando Henrique, que soube promover uma transição transparente com um ex-aliado que virou adversário. Esse é o caso de Lula, que ao tomar posse foi alvo de uma expectativa negativa e deu continuidade a políticas importantes do antecessor. Apesar da polarização atual entre PT e PSDB, tivemos um aprendizado de equilíbrio e moderação à la Tancredo", disse Reis ao UOL Notícias.


Leia mais em: FHC e Lula herdaram capacidade de conciliação de Tancredo, diz professor