Você está aqui: Cartas De Juscelino Kubitschek para Tancredo Neves: 27/12/1971

De Juscelino Kubitschek para Tancredo Neves: 27/12/1971

carta_5.1carta_5.2

De volta ao Brasil, em 1971, Juscelino agradece, comovido, o livro presenteado por Tancredo. Aproveita para render-lhe homenagem pela tenacidade demonstrada durante a crise política que levaria ao suicídio de Getúlio Vargas, em 1954. Escreve JK:


“A caneta que Getúlio lhe deixou é a herança mais honrosa que poderia conquistar nos degraus de sua luta. Acompanhar um homem na hora difícil, arriscar-se por ele e aceitar tranquilo e consciente os perigos que advêm da atitude assumida, constituem a marca de uma personalidade e singularizam os que assim procedem.”